spacer
line
APRESENTAÇÃO 
DESTAQUES 
PROGRAMA 
DETALHES 
NEWSLETTER 
APOIOS 
FICHA TÉCNICA 
CONTACTOS 
 
 
line
line
   DETALHES
Literatura & Hospitalidade
Encontro, conferências, debates, leituras, música e festa

11 a 14 de Julho
Évora
Espaço Celeiros
Todos os dias, a partir das 18h

Entrada livre, excepto sábado:
Bilhetes: 5 €

Entre literatura e hospitalidade encontram-se relações de profícua densidade e encontram corpo múltiplas escritas. E assim como não é una a literatura, são muitas as declinações da hospitalidade, do romance à filosofia, de Lewis Carroll a Lévinas e Derrida, abrindo sucessivas vias de contaminação e implicação.
O Festival convidou por isso Pedro Eiras para comissariar um encontro de escritores / escritas centrado nas declinações da hospitalidade que, no mundo contemporâneo, cruzam os caminhos das escritas com os das leituras. Frutos dessa declinação: a ampla rede de palavra-chave que face à hospitalidade perfilam as variações sobre as inquietações que são hoje o mundo: o exílio, a ausência, as migrações e a mobilidade, as línguas e as identidades, pátrias e mátrias…
Encontro em busca das ocasiões de hospitalidade, de múltiplos aconteceres, partilhas e experiências. Lugares de acolhimento, lugares do mundo.

Hospitalidade(s)
Pedro Eiras (curador)
Certamente nunca se falou tanto de deslocações, viagens, acessibilidade aos ditos quatro cantos do mundo — nunca se pensou como hoje uma globalização ou mundialização. E contudo, nesse novo espaço partilhado, eventual, virtual, continuamos sem saber o que é a hospitalidade e que gestos ela exige.

O Outro tornou-se um ícone pacífico, politicamente correcto, mediático e estatístico, portanto esvaziado de questões e desafios reais. Quanto a nós, reconhecemo-nos mais nómadas do que nunca, mas enclausurados em fronteiras que só a economia transcende, para maior glória de mercados e efémeros turismos. O ocidente e o oriente, o norte e o sul permanecem quatro exílios cardeais.

Nesta rede de contradições, o que pode ser a hospitalidade? E até que ponto se pode responder a esta questão, se hospitalidade é precisamente o desafio que nunca pode ser terminado, que deve inventar respostas e reinventar-se a si mesmo, de cada vez que o Outro surge, não teórico, não abstracto — mas na sua unicidade? Talvez não saibamos o que é a hospitalidade, talvez afinal não devamos descobrir uma resposta para a pergunta, talvez possamos só, como nómadas, dar hospitalidade a todos os sentidos da palavra.

É o que se propõe nestes dias: convidar a sociologia, a política, a filosofia, o cinema e a literatura para que reinventem melhor a questão. Debater e jogar com João Teixeira Lopes, Luís Mourão, Madalena Nunes, Maria João Cantinho, Regina Guimarães & Saguenail, e em festa com os espectáculos de Fil Rouge e Melech Mechaya.

Convidar, debater, jogar — não para esgotar a questão da hospitalidade, então, mas para pensar o que se aposta realmente hoje no jogo do mesmo e do outro. Aposta-se a vida e a morte, os subúrbios e os passaportes, os contentores de comboios e os mitos urbanos, o lugar e o nomadismo. Que mais? Só o saberemos em torno de mesas e cadeiras desarrumadas, jogos, projecções de filmes, encontros inesperados.

Quais encontros? Os vossos. Sejam bem-vindos!

Programa

Pedro Eiras (curadoria)
Regina Guimarães & Saguenail (ciclo de filmes comentados, 11 a 13 de Julho, 22h)
João Teixeira Lopes (11 Julho, 18h)
Luís Mourão (12 Julho, 18h)
Maria João Cantinho (13 Julho, 18h)
Madalena Nunes, “Posso ir para tua casa?” (13 e 14 Julho, tarde)

Espectáculos
Fil Rouge, Lanka (14 Julho, 19h e 22h 30)
Melech Mechaya, concerto (14 Julho, 24h)

Sobre os espectáculos

Melech Mechaya (PT) é uma proposta musical de grande força renovadora, entre as identidades new age e o debate pós-colonial. Música poderosa e divertida, música festiva e reflexiva, música lugar do(s) mundo(s) por vir.

Fil Rouge (FR)
A jovem companhia de Novo Circo Fil Rouge traz de França um espectáculo de excelência, numa disciplina (o Novo Circo) cuja linguagem se tem revelado capaz de renovar o nosso olhar sobre o circo e de continuar a seduzir pelo jogo destes eternos nómadas. A Festa instala-se com a chegada do Circo, contagia, aproxima e envolve. (cfr. página própria)

Sobre os participantes

Pedro Eiras nasceu no Porto a 24 de Maio de 1975, onde é Professor Auxiliar da Faculdade de Letras. Publicou ensaios e peças de teatro, que têm tido encenação regular. Programou, com Ana Luísa Ramos, duas séries da Festa da Poesia, na Biblioteca Florbela Espanca, Matosinhos (2005 e 2006); actualmente está a programar, no mesmo local, a terceira edição da Festa da Poesia (a decorrer em Dezembro de 2007) e um ciclo de palestras intitulado Jovens Ensaístas Lêem Jovens Poetas (a realizar em Outubro de 2007).

Regina Guimarães & Saguenail
Criadores cinematográficos independentes, com extensa obra produzida e exibida contra a corrente. Também autores de poesia, novela e teatro, em português e francês. Vivem no Porto.

João Teixeira Lopes é professor de Sociologia na Faculdade de Letras do Porto, especialista em práticas culturais urbanas. Integra o Observatório das Actividades Culturais. Avaliador de projectos de combate à exclusão social. Foi programador de Porto Capital Europeia da Cultura 2001, na área do envolvimento da população. Representou o Bloco de Esquerda como deputado à Assembleia da República entre 2002 e 2006.

Luís Mourão (1960), é doutorado e agregado em literatura portuguesa do século XX, professor no Instituto Politécnico de Viana do Castelo, ensaísta, bloguista e ficcionista a tempo ainda muito parcial.

Maria João Cantinho nasceu em 1963. Estudou filosofia na Universidade Nova de Lisboa, onde realizou também o mestrado, com a dissertação “O Anjo Melancólico: ensaio sobre o conceito de alegoria na obra de Walter Benjamin” (Angelus Novus, 2003). Tem igualmente publicado poesia e ficção. Tem colaboração publicada  em várias revistas. Encontra-se a prepara tese de doutoramento.

Madalena Nunes é Socióloga, formadora, sociodramatista, educadora. Amante de filmes, livros e seres humanos. Licenciatura em Sociologia (U. P.), Pós-graduação em Sociologia do Conhecimento (U. N. L.). Trabalha actualmente na Comunidade Terapêutica do Norte.


green encontros
green

 > download foto alta resolução

 

line
spacer
line
 I N D I C E
 ANABELA DUARTE (PT)
 Concerto
 ANDRÉ RANGEL E A-K SIEGEL (PT)
 Projecto Graffonic
 Amarante Abramovici (PT)
 Tiago Afonso (PT)
 Oficina de edição video
 AMÍCAR VASQUES DIAS (PT)
 Ervas e Aromas
 ARTE E JOGO(PT)
 Exposição
 COLECÇÃO B (PT)
 Andamentos
 COLECÇÃO B (PT)
 Campo de Jogos
 COLECÇÃO B (PT)
 Dar que fazer
 COLECÇÃO B (PT)
 Estendal do mundo
 CIRCO: HISTÓRIA(S), IMAGEM(NS),
 PRÁTICA(S) (PT)
 Curso internacional sobre o circo
 FIL ROUGE (FR)
 Oficinas de formação
 FIL ROUGE (FR)
 Lanka
 GALAPIAT (FR)
 Novo circo
 GUILLERMO GÓMEZ-PEÑA (MEX/USA)
 Mapa Corpo
 LITERATURA E HOSPITALIDADE (PT)
 Encontros
 PROJECTO MENA (PT)
 Teatro
 REGINA GUIMARÃES E SAGUENAIL (PT)
 Tronco & Nu e Antónia
 RICARDO JACINTO (PT)
 Parque
 ROTOZAZA (UK)
 RomCom
 ROTOZAZA (UK)
 Etiquette
 SOTTOMENTITESPOGLIE (IT)
 Performance
 TEATRO DO VESTIDO (PT)
 Carta - Oceano
 TEATRO ALEMÃO NO EXÍLIO (PT)
 Exposição
 TIAGO PORTEIRO (PT)
 Constelações - Residência de Criação
 TINY NINJA THEATRE (USA)
 Hamlet
 PANGEIA INSTRUMENTOS (PT)
 Exposição
 RETROSPECTIVA VIDEOCIRCO (PT)
 Circo
 VIRGÍNIO MOUTINHO (PT)
 Esculturas - Brinquedos volantes
 FESTA DE ENCERRAMENTO
 Jantar e animação
 
 
 
spacer
line