spacer logo
line
 
   FESTIVAL 2008


line

Circo
Dança
Filmes
Música
Performance
Projectos de criação
Teatro

+

Janela Indiscreta
+
Espírito do lugar

Redondo
Évora
Estremoz
Montemor-o-Novo
Arraiolos
Aldeia da Luz
Viana do Alentejo

Encontros da luz
Exposições
Sam Buxton
Revista Alentejo

Artes da terra
Oficina do feltro
Andamentos
Escola de Verão
Palco digital

Casa revolucionária
Crónica

+
APRESENTAÇÃO
DESTAQUes
PROGRAMA
NEWSLETTER
DOCUMENTaÇÃO
+
APOIOS
FICHA TÉCNICA
CONTACTOS

+
EDIÇÕES ANTERIORES
2007 | 06 | 05 | 04


spacer line

HOME > JANELA INDISCRETA

line
spacer line

JANELA INDISCRETA > indíce

line
spacer line



line
 
janela indiscreta
JANELA INDISCRETA
Plataforma internacional de criação universitária
Évora
1 a 13 Julho

A plataforma de criação universitária a que demos o título genérico de Janela indiscreta —forma de sinalizar a circulação da criação feita dentro da Universidade para o fora que são a cidade e a comunidade—  resulta em primeiro lugar das relações que o Festival mantém continuadamente, desde o seu início, em 2004, com a Universidade de Évora na área das artes, e bem assim as que foi estabelecendo com estruturas congéneres (por exemplo com a Universidade de Manchester, onde promoveu a participação de um projecto teatral eborense no MIST de 2007). Resulta também do seu envolvimento no projecto NEST (New European Student Theatre festival), rede europeia em fase de implementação da qual é parceiro. Esta é a moldura de base para dar resposta à necessidade de criar um espaço de acolhimento da criação artística que discentes e docentes levam a cabo na Universidade de Évora, procurando-lhe uma dimensão europeia.
 
Assim, Janela indiscreta (o título roubado a Hitchcok sinaliza um estado de permanência intra-muros dessa criação que o projecto visa, indiscretamente, publicitar) apresenta-se como plataforma internacional de criação produzida no seio da formação artística universitária, enquadrada no Festival Escrita na Paisagem. Desejamos que seja um passo para aprofundar estatégias futuras, com maior envolvimento de todos os interessados e a configurar um interface catalisador de vontades e iniciativas, de parcerias e cumplicidades.

A plataforma de criação universitária Janela indiscreta apresenta-se assim como um evento internacional de artes transdisciplinar, académico e experimental que, durante 13 dias, apresenta espectáculos de música clássica e contemporânea (coordenação de Amílcar Vasques Dias), teatro (projectos de teatro curricular da U. de Évora e da Metropolitan Manchester University, com direcção de Ana Tamen, Fernanda Lapa e Shane Kinghorn) e projectos experimentais concretizados por alunos, oscilando entre teatro e performance. Inclui ainda as intervenções terroritas da Art Terror Foundation e de Pedro Portugal. E ainda um workshop internacional de investigação em arquitectura, comissariado por Linda Cassens Stoian (USA/CH).

Paralelamente, o Núcleo de Estudantes de Sociologia da U. É. desenvolve um projecto de estudo de públicos, a aplicar durante a Janela indiscreta. E escolhemos lembrar o trabalho premiado de Inês Coelho, uma peça de design ‘da casa’.

A aprofundar as possibilidades do encontro haverá grupos de observação, fóruns de debate, encontros após os espectáculos e, no dia 6, uma festa com música, projecções, encontros e debates. É para este programa que convidamos todos. Porque ele é para todos!


 

CONCERTO DE ABERTURA
PT

The blue room / O quarto azul
PT

Na floresta do alheamento
PT

MÃe, sabes como te amei?
PT

Festa de abertura
PT/UK/USA

Sofia & Alexandre, S.A.
PT

Open houses
USA / CH / PT

Lost angels / Anjos perdidos
UK

Projecto mÃe
PT

ART TERROR FOUNDATION
PT