logo    
   Festival 2011  
2010 > TEATRO > FANNY & ALEXANDER (PT)
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • : Function ereg_replace() is deprecated in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/dhtml_menu/dhtml_menu.theme.inc on line 103.
  • strict warning: Non-static method view::load() should not be called statically in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/views.module on line 843.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_display::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_display.inc on line 1877.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_display_block::options_submit() should be compatible with views_plugin_display::options_submit(&$form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_display_block.inc on line 193.
  • strict warning: Declaration of views_handler_field_broken::ui_name() should be compatible with views_handler::ui_name($short = false) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_field.inc on line 641.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument::init() should be compatible with views_handler::init(&$view, $options) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 745.
  • strict warning: Declaration of views_handler_argument_broken::ui_name() should be compatible with views_handler::ui_name($short = false) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_argument.inc on line 770.
  • strict warning: Declaration of views_handler_sort_broken::ui_name() should be compatible with views_handler::ui_name($short = false) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_sort.inc on line 82.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_validate() should be compatible with views_handler::options_validate($form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 585.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter::options_submit() should be compatible with views_handler::options_submit($form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 585.
  • strict warning: Declaration of views_handler_filter_broken::ui_name() should be compatible with views_handler::ui_name($short = false) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/handlers/views_handler_filter.inc on line 609.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_style_default::options() should be compatible with views_object::options() in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_style_default.inc on line 25.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_validate() should be compatible with views_plugin::options_validate(&$form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 135.
  • strict warning: Declaration of views_plugin_row::options_submit() should be compatible with views_plugin::options_submit(&$form, &$form_state) in /home/escritanapaisagem/escritanapaisagem.net/web/old/sites/all/modules/views/plugins/views_plugin_row.inc on line 135.
 
Índice
 

Foto: Enrico Fedrigoli

Him
Fanny & Alexander
IT
Teatro

Palácio D. Manuel, Évora
29 de Setembro, 21h30

Duração: 75min.
M/12
5€ / 3€ (estudantes)


Não há quem não fique enfeitiçado pela magia do cinema. O poder das imagens transporta-nos para outro mundo, conquista-nos, rendemo-nos a ele da mesma forma que nos deixamos apanhar pelo poder do teatro e de outras artes.

Him da companhia italiana Fanny & Alexander traz este poder para o palco – o poder da Arte – pertencendo este tanto ao actor quando este domina a cena, como ao filme quando prende o olhar do público. Him traz o cinema para o teatro. Em cena encontram-se apenas a projecção do filme O Feiticeiro de Oz, de Victor Fleming, e um actor que dá vida a uma estranha personagem. Um ditador de bigode, cuja aparência nos lembra tanto uma conhecida personalidade negativa da história contemporânea – Adolf Hiltler – está ocupado a tentar fazer um re:play completo d’O Feiticeiro de Oz. Ele re:actua o filme do princípio ao fim; dobra-o; dirige-o como se fosse o maestro de uma orquestra, e dá (a sua própria voz) a todas as personagens, e até à banda sonora.

Him (Ele) é exactamente ele, Hitler, inspirado pela escultura de Maurizio Cattelan, cujo título inspira o nome deste espectáculo. Na peça de Cattelan o “pequeno” ditador em tamanho real encontra-se ajoelhado, como que a pedir perdão. Neste espectáculo, a única personagem em palco exibe todas as suas capacidades na tentativa de dominar a cena. Ele quer dominar o filme, enquanto o re:faz para nós. Mas o filme não é um adversário fácil de vencer, nesta batalha pelo poder. O ditador é obrigado a fazer escolhas durante o seu empreendimento megalomaníaco que é este re:play-radical, de forma a conseguir estar a par do ritmo do filme. Mesmo que a imagem evocada em palco seja dramática, o público não consegue alhear-se do efeito de cómico e grotesco que é inevitavelmente produzido. Porque o poder deste ditador é falso, nulo; o filme não precisa do ditador, não é este que controla o que se passa em cena, pelo contrario, ele é controlado pelo ritmo do filme, que não consegue controlar. Este é um jogo de poderes e repetição de imagens cruzadas: nós vemos o filme, nós vemos a peça, o actor também é espectador do filme, nós somos espectadores de um espectador... Aqui joga-se com as relações entre arte e poder, bem como com o poder das imagens. E colocam-se questões: que formas tomam estas relações hoje? Como se alteraram (se é que se alteraram de todo) em comparação com aquele tempo histórico em que o poder político conseguiu manipular o povo ao ponto de conseguir instalar uma ditadura?

Em O Feiticeiro de Oz, Dorothy e os seus companheiros de aventura vão em busca da intervenção mágica do Feiticeiro. Mas quando finalmente o encontram, descobrem que a sua magia não passa de um truque; o Feiticeiro não é mais do que um homenzinho que construir à sua volta uma ficção, fazendo todos acreditar que ele tem poderes mágicos – poderes que na realidade não possui. No final o Feiticeiro convence as outras personagens de que para terem o que querem, basta nomeá-lo, basta pronunciar a palavra: casa, coração, coragem, cérebro. Não há magia. O Feiticeiro não é mais do que um homem mortal com a capacidade de manipular as pessoas à sua volta através de uma capacidade de persuasão extremamente apurada: o poder é um grande ilusionista. Fanny & Alexander descrevem esta “operação monstruosa”, mas sublinham que “as personagens [Dorothy e os seus amigos] são igualmente monstruosos pois aceitam [a situação]”. Porque o exercício do poder é sempre baseado num acordo, porque ambas as partes são responsáveis pela administração do poder. Historicamente há sempre os que controlam o poder e aqueles que consentem em que os outros controlem o poder.

É curioso observar o uso da cor n’O Feiticeiro de Oz de Fleming, que foi um dos primeiros filmes a utilizar imagem a cores. A parte do filme que retrata a realidade é apresentada ainda a preto e branco, enquanto a cor é usada nas imagens do mundo de fantasia onde a protagonista Dorothy se acha, e no qual empreende a sua viagem em do Feiticeiro, na esperança que este a ajude a voltar para casa. O público para o qual Fleming produziu o filme, lia claramente a ilusão do sonho: preto e branco representava o realismo, a core era a fantasia. Para nós hoje, quando vimos este filme, a correspondência “realidade-preto e branco” e “cores-fantasia” não é assim tão clara; na verdade, tendemos a invertê-la. Hoje, lemos as imagens a cores como “realidade”, relegando as imagens a preto e branco para o “tempo histórico”, ou seja, o que já não existe. Adolf Hitler também já não existe e, por isso, esta estranha figura em palco evoca fantasmas do passado, que nos parecem inofensivos hoje. Mas, e se existir, hoje, um re:play disfarçado daquele ditador? Será que conseguiremos aperceber-nos da ilusão? Será que também andamos à procura de um Feiticeiro? Haverá, no mundo de hoje, algum maestro a tentar “enfeitiçar-nos” ao ritmo da sua batuta? O que acontecerá se repetirmos as experiencias passadas e nos deixarmos apanhar na ilusão? Perante tudo isto, qual é o papel da Arte? Qual a responsabilidade da Arte quando lança o seu feitiço sobre os seus espectadores? Vê-lo-emos em Him, à medida que este mito clássico sobre ilusão é re:presentado.

Fanny & Alexander são uma companhia de teatro italiana, fundada em Ravenna, em 1992, por Luigi de Angelis e Chiara Lagani. Entre 1993 e 1999 a companhia atravessou um período de desenvolvimento e crescimento. Ao criar espectáculos como “Cantico dei cantici”, “Con mano devota”, “Ponti in core”, “Sinfornia majakovskiana” (em colaboração com Teatrino Clandestino), e “Sulla turchinità della fata”, preparava-se para produções mais exigentes como “Requiem” (2001) e as várias etapas do projecto “Ada, Cronaca familiare” (2002-2004), inspirado no romance de Nabokov. A produção mais recente de Fanny & Alexander, “Heliogabalus”, conta a estória do jovem imperador romano que dá nome à peça.

As qualidades mais impressionantes do trabalho de Fanny & Alexander são: a deliberada inversão dos códigos (um desafio constante à percepção do público) e uma cultura visual refinada. No entanto, estas características são secundárias quando comparadas com a atenção e análise rigorosa que dedicam à linguagem – um aspecto que atravessa todo o trabalho da companhia, culminando em “linguagens impossíveis”. O “duplo” é um elemento igualmente recorrente no trabalho de Fanny & Alexander – e o projecto que a companhia traz este ano ao Festival é disso exemplo.
 
Antiga Fábrica dos Leões, Universidade de Évora
PT
 
Jardim do Chão das Canas, Évora
PT
 
Hotel D. Fernando, Évora
PT
 
Estação Ferroviária de Évora
 
Palácio D. Manuel, Évora
PT
 
Espaço A Bruxa Teatro, Évora
IT
 
Palácio D. Manuel, Évora
IT